outubro 17, 2019

[RESENHA] QUESTÕES FUNDAMENTAIS DA ESCRITA CRIATIVA, DE KÁTIA REGINA SOUZA

Sinopse: “Questões Fundamentais da Escrita Criativa é uma leitura inspiradora para quem já escreve, demonstrando a partir de conversas com autores como Luiz Antonio de Assis Brasil, Luiz Rufatto, Valesca de Assis e Carol Bensimon que as dúvidas que nos paralisam ou angustiam são também as de todos os autores, sejam eles iniciantes ou muito experientes. São conversas e profundas reflexões sobre questões tais quais “O que é um texto de qualidade?”, “Como transformar a ideia bruta em história?”, “Como funciona o processo criativo?”, “O que muda de acordo com o público-alvo?”. E, talvez a mais angustiante delas, “Como se manter criativo e evitar bloqueios?”. Entrevistas com os seguintes profissionais de Escrita Criativa: Andrea Siqueira, Caio Riter, Carol Bensimon, Celso Sisto, Edvaldo Pereira Lima, Enéias Tavares, Gabriel Mueller, Gilberto Fonseca, Ismael Caneppele, Jacira Fagundes, Luiz Antonio de Assis Brasil, Luiz Ruffato, Marcelo Spalding, Márcia Ivana de Lima e Silva, Richard Serraria, Roberta Cirne, Ronald Augusto, Tiago Rech, Valesca de Assis.”

 

“Escrever é fácil. Você começa com uma letra maiúscula e termina com um ponto final. No meio você coloca as ideias”. Essa frase do Pablo Neruda sempre me intrigou. Ao mesmo tempo em que a acho linda, mal consigo explicar o pânico que ela me causa enquanto escritora. Porque quem já pelo menos tentou escrever alguma coisa sabe: é muito difícil organizar as ideias e preencher “esse meio do texto”.

Quem pode escrever? O que é um texto de qualidade? Como transformar ideia bruta em história? E quanto à criação de personagens? Qual é a importância da revisão no processo de criação? Quais as principais dificuldades do processo de escrita? Essas são apenas algumas das perguntas que Kátia Regina Souza fez para diversos autores como Luiz Rufatto, Carol Bensimon e Luiz Antonio de Assis Brasil, fazendo um recorte preciso sobre as Questões fundamentais da escrita criativa, livro-reportagem publicado recentemente pela editora Metamorfose.

Kátia Regina Souza é autora também de A fantástica jornada do escritor no Brasil, ideal para quem quer começar a escrever e publicar, mas, dizendo de forma geral, não sabe como ou não conseguiu superar a síndrome do impostore dar os primeiros passos. Já nesse segundo livro, voltado para quem escreve (ou está tentando) a autora abre espaço para o diálogo sobre questões do processo de escrita muitas vezes inacessíveis aos escritores que nunca fizeram um curso de escrita criativa, por exemplo. Para quem teve pouco ou nenhum acesso a detalhes sobre como uma ideia vira texto e como um texto vira um original pronto para ser publicado, aqui vai encontrar detalhes e depoimentos bastante sinceros de quem já tem uma carreira bem sólida na escrita. Com as perguntas certas, Kátia conseguiu sintetizar as experiências de diversos escritores, de vários formatos e gêneros de publicação.

Assim como em A fantástica jornada do escritor no Brasil, Questões fundamentais da escrita criativa não é um manual didático de escrita, não ensina como ser um escritor rico e de sucesso etc. Na verdade, se você gosta mesmo de escrever, sugiro fugir desse tipo livro (ou curso ou qualquer coisa do tipo). Procure técnicas, ouça quem tem mais experiência, mas trabalhe e busque seu próprio caminho. Os livros da Kátia Regina Souza são ótimos e o que eu encontrei de mais direto sobre o ofício da escrita. Destaco dois pontos interessantes que aprendi lendo os livros dela: você é escritor mesmo que não seja um best-seller e ler e aprender, principalmente com gente pé no chão e mais experiente, nunca é demais.

 

“A fantástica jornada do escritor no Brasil” e “Questões fundamentais da escrita criativa”, livros de Kátia Regina Souza (Editora Metamorfose).

 

“Nada resta a dizer além de: trabalhe. Todos os dias, se viável. Pois é isso que você quer, não? Comece com um parágrafo por dia, somente. Encontre tempo ao voltar de ônibus para casa, quando estiver com insônia, no intervalo do emprego ou entre uma troca de fraldas e outra. Compartimentalize: se imaginar o resultado final causa angústia, pense na menor parte possível da história, a palavra. Qualquer idiota sabe anotar palavras em sequência numa folha de papel. Se você for um idiota instruído, que lê muito sobre escrita criativa, mais fácil ainda. Não tenha medo de inícios.

Então… O que continua fazendo aqui? Feche o livro (ou desligue o e-reader) e vá escrever.” (p. 162)

 

 

Questões fundamentais da escrita criativa é uma leitura bem gostosa. É como se estivéssemos na plateia de uma mesa redonda bem informal sobre escrita criativa. Vale a pena ler e ter na estante, para consultar nos momentos de desespero. Escritores vão entender o porquê.

 

 

SOBRE A AUTORA: Kátia Regina Souza é jornalista, revisora, tradutora e, há alguns anos, tenta ser escritora também. Gosta de contar boas histórias, sejam elas ficionais ou não. Portanto, escreve livros-reportagem para adultos e literatura fantástica, usualmente, para crianças. Além de Questões fundamentais da escrita criativa, é autora de O Velho Mundo (2016) e A fantástica jornada do escritor no Brasil (2017). Site: katiareginasouza.com

 

 

 

 

 

 

 

 

Título: Questões fundamentais da escrita criativa

Autora: Kátia Regina Souza

Editora: Metamorfose

Páginas: 176

Compre na Amazon: Questões fundamentais da escrita criativa.

abril 24, 2017

[ETC.] CHAMADA PARA PUBLICAÇÃO DE CONTOS: ANDROSS EDITORA

 

Se você tem um conto bacana, mas está escondendo-o no fundo da gaveta, com medo ou sem saber como publicar, a Andross Editora ainda está com edital aberto para publicação em suas antologias até o dia 30/04/2017  31/05/2017 (prorrogado)! No site da editora você encontra maiores informações e os temas das antologias. Os autores selecionados concorrerão a um prêmio literário, o Strix! Na imagem abaixo vocês podem conferir as capas dos livros, que serão publicados no segundo semestre deste ano, e logo abaixo transcrevi do site da editora uma espécie de passo a passo da publicação, para os escritores que nunca publicaram com a Andross ou qualquer outra casa editorial, saberem como funciona o processo desde a seleção do conto até a confecção do livro.

 

 

Como Publicar

Abaixo você encontrará todas as etapas pelas quais seu texto passará até que seja publicado. 

  • Na página principal do site, você escolhe pelo tema e pela capa a coletânea da qual gostaria de participar.
  • Clique no botão “+ detalhes” para ler a sinopse e o regulamento.
  • Então você preenche os dados solicitados e anexa o seu texto em formato “.doc”.
  • Ele será enviado imediatamente para o organizador avaliar se a temática da obra se adequa à coletânea, se a estrutura da trama está bem desenvolvida, se possui personagens convincentes…
  • O organizador entra em contato com você por e­mail e, se precisar, sugere melhorias.
  • Você e o organizador trocam e­mails ajustando o texto até que ambos estejam satisfeitos com o resultado.
  • Nesse momento, a editora redige um contrato de edição e você o assina.
  • O texto, então, é remetido para o preparador de originais, que propõe melhorias como clareza, paragrafação mais limpa, eliminação de palavras repetidas em um período curto…
  • Você e o preparador de originais trocam e­mails ajustando o texto até que ambos estejam satisfeitos com o resultado.
  • O texto vai para a diagramação, que é o formato digital do livro.
  • A diagramação em pdf vai para todos os autores do livro, que leem seu próprio texto e, muitas vezes, do colega também e avisa a editora sobre possíveis erros que passaram pelos processos anteriores. O diagramador corrige os apontamentos e envia novamente o arquivo em pdf até que não haja mais erros.
  • Por último, o arquivo passa por um revisor antes de ir para a gráfica.

Esse processo minucioso que envolve vários profissionais e os próprios autores garante um resultado primoroso, sem erros. Confira o DEPOIMENTO de vários autores que já publicaram conosco.

 

Sobre a Andross Editora:

Em agosto de 2004, a Andross Editora nasceu no campus da Universidade Cruzeiro do Sul, em São Paulo, para abrir espaço no mercado editorial aos alunos que não tinham condições de publicar seus primeiros textos. Iniciou as atividades com obras acadêmicas, mas cresceu e se mantém no mercado graças a um modelo de negócio diferenciado: a publicação de antologias.

 

Eu enviei dois contos, uma para a antologia Sem mais, o amor e outro para a Miríade. Estou na torcida!

 

[ATUALIZAÇÃO 02/05/2017] O prazo para o envio dos contos foi prorrogado até 31/05/2017. Saiba mais aqui.

Tamires de Carvalho • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPressDesenvolvido por