maio 24, 2019

[DIÁRIO] OS MELHORES CONTOS DE FADAS NÓRDICOS: EDIÇÃO DE COLECIONADOR DA EDITORA WISH

Sinopse: Contos de fadas antigos e raros que vieram diretamente dos países Nórdicos

Cultura, tradições e criaturas traduzidas dos livros antigos, em uma edição linda com 320 páginas e histórias ilustradas!

Entre dezenas de livros encantadores do passado, datando dos séculos XVII e XVIII, foram selecionados os melhores contos de fadas Nórdicos, que descobrem a cultura da Dinamarca, Suécia, Noruega, Islândia e Finlândia. Com mais de dez autores diferentes como Peter Asbjørnsen, Jørgen Moe, Klara Stroebe, Hans Christian Andersen, Parker Fillmore, Svend Grundtvig, Mrs. Angus W. Hall, Marie Timme, G. Djurklou, Helena Nyblom, Anna Wahlenberg e Helge Kjellin.”

 

Outro dia mesmo eu postei aqui várias fotos do livro Contos de Fadas em suas versões originais, da Editora Wish. Como eu disse antes, essas histórias parecem já ter nascido junto com a gente, dentro da nossa cabeça, muito disso por estarmos expostos a essas narrativas e às variações delas desde a infância. Com os contos de fadas nórdicos a coisa já muda um pouco de figura, pelo menos no meu caso. Não conheço muita coisa além do que já li pelo Neil Gaiman, com seu livro Mitologia Nórdica. Mas conto de fada é conto de fada, para quem gosta é sempre uma viagem interessante ao passado, onde a literatura já tinha força antes mesmo da palavra impressa no papel, por meio da tradição oral. É muito bom poder conhecer outra cultura por meio de suas antigas histórias em uma edição tão caprichada como esta da Wish! Veja o livro em detalhes nas fotos abaixo:

 

 

 

 

 

 

 

Veja abaixo a lista de contos dessa edição:

Populares

A Leste do Sol e Oeste da Lua
Per Gynt (originou música homônima)
Por que o mar é salgado
A noiva da Floresta
Kari Capa Dura (versão nórdica de Cinderella)
A Criança Trocada
O Rei Dragão
O Castelo de Soria Moria
A giganta e o barco de granito
O gato em Dovrefjell
Poderoso Mikko
Rei Valemon, o Urso Branco

Raros

A flor da Islândia
Lindaura e o velho Rei
Lasse, meu vassalo! (Semelhante a Aladdin)
O anel
A noiva galhuda
O homem de neve
Heiemo e o Nokk
A saga do alce e da Princesa Tuvstarr
Perconauta e os Trolls
O monte élfico
O vizinho subterrâneo
Tempestade mágica
A última morada dos gigantes

 

 

 

 

 

Contos de Fadas em Versões Originais e Contos de Fadas Nórdicos, ambos da editora Wish.

 

Lombadas!

 

 

Compre a edição de colecionador do livro “Os melhores contos de fadas nórdicos” clicando aqui!

Para comprar os dois livros de uma só vez com um precinho mais camarada, clique aqui!

Acompanhe as novidades da editora Wish pelo Facebook e Instagram.

maio 09, 2019

[DIÁRIO] CONTOS DE FADAS EM SUAS VERSÕES ORIGINAIS: EDIÇÃO DE COLECIONADOR DA EDITORA WISH

Sinopse: A trilogia Contos de fadas em suas versões originais ganha capa dura!

Todos nós tivemos contato com os contos de fadas pelos desenhos animados, livros ou contações de histórias. O curioso é que todas essas narrativas foram adaptadas sem muito compromisso com os contos originais, perdendo parte da tirania e sutileza naturais da época.

Neste livro de colecionador, os melhores contos de fadas foram escolhidos de forma criteriosa, cujas histórias centenárias se enveredam por horizontes escuros e sombrios, onde não há censura ou limites. Seus finais nem sempre envolvem casamentos ou futuros felizes, nos quais a moral prevalece sobre os pecados.

Nada mais será escondido ou censurado. A chave para conhecer os contos de fadas mais obscuros está em suas mãos. Você tem coragem de abrir esta porta?

Um dia você será velho o bastante para voltar a ler contos de fadas. – C.S. Lewis”

 

Compre a edição de colecionador do livro “Contos de fadas em suas versões originais” clicando aqui!

 

Se existem histórias que parecem já ter nascido dentro da nossa cabeça, certamente são os contos de fadas! Pense bem: são narrativas tão antigas, tão continuamente contadas, adaptadas e reimaginadas, que a gente conhece (e ama) desde… sempre.

Para quem adora contos de fadas, gosta de saber as origens (ou as origens mais antigas possíveis de serem rastreadas, neste caso) e quer ler as versões sem filtros ou sem o abrandamento dos desenhos infantis, o livro Contos de fadas em suas versões originais da editora Wish é uma das melhores edições em português dessa temática!

Eu já li alguns contos, chorei (e vou chorar sempre) com A Pequena Sereia, mas estou lendo aos poucos, apreciando cada detalhe desse livro. Falando em detalhes, tirei algumas fotos para quem quiser ver um pouco do interior do livro Contos de Fadas em suas versões originais. Futuramente, mostrarei detalhes dos Contos de Fadas Nórdicos, outra edição de luxo da editora Wish.

 

Contos de Fadas em Versões Originais e Contos de Fadas Nórdicos, ambos da editora Wish.

 

Lombadas dos livros Contos de Fadas em Versões Originais e Contos de Fadas Nórdicos, ambos da editora Wish.

 

Contos de Fadas em Versões Originais, da editora Wish.

 

Contos de Fadas em Versões Originais, da editora Wish: cada virada de página é um “uau” seguido de uma perda momentânea do fôlego.

 

Contos de Fadas em Versões Originais, da editora Wish: também conhecido (por mim) como o livro vermelho dos contos de fadas!

 

Contos de Fadas em Versões Originais, da editora Wish: sumário.

 

Contos de Fadas em Versões Originais, da editora Wish: sumário, parte 2.

 

Contos de Fadas em Versões Originais, da editora Wish: o livro é riquíssimo em ilustrações, além de ter uma diagramação de luxo.

 

Contos de Fadas em Versões Originais, da editora Wish.

 

Contos de Fadas em Versões Originais, da editora Wish.

 

A Pequena Sereia: uma das histórias mais lindas que eu li em toda a minha vida!

 

Contos de Fadas em Versões Originais, da editora Wish: o livro é riquíssimo em ilustrações!

 

Contos de Fadas em Versões Originais, da editora Wish: o livro é riquíssimo em ilustrações, além de ter uma diagramação de luxo.

 

E essas páginas inteirinhas com ilustrações? Maravilhosas!

 

Já disse, eu sei, mas… olha mais essa ilustração! <3

 

Contos de Fadas em Versões Originais, da editora Wish: um dos livros mais lindos da minha estante!

 

Veja abaixo a lista com todos os contos presentes nesta edição:

Contos Populares e clássicos:
A Pequena Sereia
Aladdin e a lâmpada maravilhosa (conto árabe)
A Bela e a Fera
Branca de Neve
A Bela Adormecida
Rapunzel
Chapeuzinho Vermelho
Cinderela
Polegarzinha
A Rainha da Neve
O Pequeno Polegar
Os Três Porquinhos
João e Maria
Barba Azul
O Gato de Botas
Rumpelstiltskin
O príncipe sapo
A princesa e a ervilha
João e o pé de feijão
O alfaiate valente
As doze princesas dançarinas
O Bravo Soldado de Chumbo
As roupas novas do Imperador

Contos Raros:
A Pequena Vendedora de Fósforos
Pele de Asno
Hua Mulan (A garota que batalhou como um homem na China)
As Explorações de Maui (O semideus de Moana)
Sapatinhos Vermelhos
O Rouxinol e o Imperador da China
Irmãozinho e Irmãzinha
Filhos de Lir (conto celta)
Chicken Little (O galinho que pensou que o mundo estava acabando)
O Flautista de Hamelin
Sol, Lua e Talia (a versão original do século XV de A Bela Adormecida)
Os Cisnes Selvagens
A História dos três ursos
As três irmãs
Baba Yaga e Vasilissa, a Bela (conto russo)

Quem são os autores

Autores: Jacob e Wilhelm Grimm, Hans Christian Andersen, Charles Perrault, Joseph Jacobs, Alexander Afanasyev, Andrew Lang e Giambattista Basile.

 

 

Meu kit completo, adquirido na época da campanha via Catarse.

 

 

Compre a edição de colecionador do livro “Contos de fadas em suas versões originais” clicando aqui!

Acompanhe as novidades da editora Wish pelo Facebook e Instagram.

 

fevereiro 19, 2019

[LANÇAMENTO] A FALÊNCIA, DE JÚLIA LOPES DE ALMEIDA, EM NOVA EDIÇÃO PELA PENGUIN-COMPANHIA

Sinopse: “Leitura obrigatória para o vestibular da Unicamp, A falência se consolida como um dos mais importantes romances do modernismo brasileiro. Ícone do modernismo brasileiro, Júlia Lopes de Almeida consegue oferecer um notável panorama das repercussões do boom do café no final do século XIX na formação da nascente burguesia urbana, e também retratar, com impecável maestria, os meandros de uma sociedade machista e hipócrita, em que subsistem as relações escravocratas e aprofundam-se as desigualdades sociais. Rio de Janeiro, 1891. Francisco Teodoro, um bem-sucedido e ambicioso comerciante de café, conhece Camila. Em busca de um casamento que traga estabilidade, ele não vê melhor opção que desposar tal jovem, bela e de boa e humilde família. Os filhos Mário, Rachel, Lia e Ruth crescem a olhos vistos, enquanto a empresa do pai continua a prosperar. Nem só de flores, contudo, vivem os Teodoro. Francisco, cada vez mais ganancioso, vê outros comerciantes se arriscando no trato com o café e decide fazer o mesmo. Afinal, é preciso aumentar o patrimônio familiar que Mário insiste em dilapidar. Camila, alheia aos movimentos econômicos e cada vez mais absorta em sua relação com o médico Gervásio, nada opina. Em um revés do destino, a fortuna da família acaba. Francisco Teodoro se suicida e todos, mãe e filhos, precisam aprender a lidar com a nova situação social.”

 

Quanto mais Júlia Lopes de Almeida, melhor! Já está em pré-venda o livro A Falência, em edição da Penguin-Companhia, com previsão de lançamento em 14 de março de 2019.

Júlia Lopes de Almeida foi a primeira injustiçada da Academia Brasileira de Letras, pois participou do grupo de intelectuais que criou a ABL, tendo ficado de fora por ser mulher, embora fosse uma escritora de bastante expressão na época. É muito bom ver escritoras que ficaram esquecidas pelo cânone literário nacional por motivos alheios a sua competência e capacidade de escrita (leia-se machismo) ressurgirem no cenário literário.

 

Veja outros textos da autora já publicados aqui no blog:

 

12

Tamires de Carvalho • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPressDesenvolvido por