março 17, 2017

[RESENHA] SIMPLESMENTE O PARAÍSO, DE JULIA QUINN

Sinopse: “Honoria Smythe-Smith sabe que, para ser uma violinista ruim, ainda precisa melhorar muito… Mesmo assim, nunca deixaria de se apresentar no concerto anual das Smyhte-Smiths. Ela adora ensaiar com as três primas para manter essa tradição que já dura quase duas décadas entre as jovens solteiras da família. Além disso, de nada adiantaria se lamentar, então Honoria coloca um sorriso no rosto e se exibe no recital mais desafinado da Inglaterra, na esperança de que algum belo cavalheiro na plateia esteja em busca de uma esposa, não de uma musicista.

 

Marcus Holroyd foi encarregado de uma missão… Porém não se sente tão confortável com a tarefa. Ao deixar o país, seu melhor amigo, Daniel, o fez prometer que vigiaria sua irmã Honoria, impedindo que a moça se casasse com pretendentes inadequados. O problema é que ninguém lhe parece bom o bastante para ela. Aos olhos de Marcus, um marido para Honoria precisaria conhecê-la bem (de preferência, desde a infância, como ele), saber do que ela gosta (doces de todo tipo) e o que a aflige (como a tristeza pelo exílio de Daniel, que ele também sente). Será que o homem ideal para Honoria é justamente o que sempre esteve ao seu lado afastando todo e qualquer pretendente?

Com seu estilo inteligente e divertido, Julia Quinn enfim apresenta ao público o Quarteto Smythe-Smith, o terrivelmente famoso e adoravelmente desafinado grupo musical que conquistou os leitores antes mesmo que as cortinas se abrissem para ele.”

 

Veja o Diário de Leitura Quarteto Smythe-Smith aqui.

 

Simplesmente o Paraíso, primeiro livro do Quarteto Smythe-Smith, da escritora norte-americana Julia Quinn, publicado no Brasil pela Editora Arqueiro, foi a minha primeira leitura da autora. Com esse livro pude comprovar os elogios que já havia lido em grupos de leitura no facebook e no blog The Bookworm Scientist, conforme eu já havia mencionado na postagem anterior.

Os livros de Julia Quinn seguem mais ou menos um padrão de páginas, geralmente menos de trezentas (tendo como base os livros publicados no Brasil até o momento). Já nesta primeira leitura pude perceber que as histórias de Quinn são realmente enxutas, sem diálogos muito longos e divagações que, percebe-se com facilidade, na maioria dos casos servem apenas para encher linguiça.

Simplesmente o Paraíso narra a história de Honoria Smythe-Smith, a caçula de sua família e integrante do famoso quarteto, pois ainda está solteira. Também conhecemos Marcus Holroyd, o Conde de Chatteris, grande amigo do irmão de Honoria, Daniel, que por ser muito próximo a família, prometeu ao amigo cuidar da jovem Smythe-Smith para que ela não faça um casamento ruim, que a faça sofrer. A necessidade de proteção por parte de Marcus se deve ao exílio forçado ao qual Daniel teve de se submeter após uma confusão em uma mesa de jogo. Com a ausência do irmão, sobrou para o melhor amigo a tarefa de cuidar de Honoria. É uma história previsível desde o começo, mas nem por isso torna-se menos encantadora.

Julia Quinn escreveu, com muita delicadeza, sobre o amor entre duas pessoas que se conhecem desde a infância e que em determinado momento da vida descobrem-se apaixonados um pelo outro.  O livro tem algumas passagens divertidas e também bastante românticas. É de terminar a leitura suspirando, gostei muito e li bem rápido. Outro ponto positivo são as cenas sensuais, que são muito bem escritas. Aqui não há aquele sexo ginecológico, que dura três páginas com detalhes quase técnicos do corpo humano. No momento estou lendo o segundo volume do Quarteto e também estou adorando. Tem uma pegada mais sombria, pois o casal protagonista foge, de certa forma, de ações mal pensadas que marcaram seu passado. Mas esse será o assunto da próxima postagem…

 

Veja abaixo as minhas citações favoritas do livro Simplesmente o Paraíso:

“Então, ergueu os olhos para Marcus e sorriu de novo. Por um momento, sentira-se ela mesma outra vez, como a moça que fora apenas alguns anos antes, quando o mundo se estendia à sua frente, uma esfera cintilante repleta de promessas. Nem se dera conta de que sentia falta daquela sensação de pertencimento, de estar no lugar certo, com alguém que a conhecia plenamente e, ainda assim, achava que valia a pena rir com ela.” (p. 25)

 

“- Não sei se o conde já está procurando uma esposa – arriscou Honoria.

– Bobagem. Todo homem solteiro está procurando uma esposa. Só que nem sempre sabem disso.” (p. 52)

 

“Precisava beijá-la. Tinha que fazer isso. Era tão básico e elementar quanto a sua respiração, seu sangue, sua alma.

E quando a beijou…

A Terra parou de girar.

Os pássaros pararam de cantar.

Tudo no mundo ficou em suspenso, a não ser por ele, ela e o beijo muito leve que os unia.”

(p. 151)

 

“ – Honoria – sussurrou.

Tocou os lábios com os dedos, como se de algum modo pudesse senti-la ali.

E sentiu. Era a coisa mais incrível. Ainda sentia o beijo dela. Sua boca ainda pulsava com o toque dos lábios dela.

Honoria ainda estava com ele.

E Marcus tinha a estranha sensação de que sempre estaria.” (p. 152)

 

“Sentia-se leve. Sem fôlego. Faminta. Carente. Desejava algo que não conseguia definir e com tanta intensidade que deveria ficar assustada.

Mas não estava. Não com a mão de Marcus em suas costas. Nos braços dele, Honoria se sentia segura, mesmo quando o corpo dela se agitava em frenesi. O calor da pele de Marcus emanava até a pele dela através das roupas como um combustível, uma mistura inebriante que a fazia ter vontade de se erguer na ponta dos pés e alçar voo.” (p. 207)

 

“ – Eu estava pensando que este momento é simplesmente o paraíso.

Ele ficou em silêncio por um instante, depois sussurrou, tão baixo que Honoria não teve certeza se ouvira direito:

– O paraíso não poderia se comparar a este momento.” (p. 246)

 

 

Título: Simplesmente o Paraíso (Série Quarteto Smythe-Smith, livro 1)
Autora: Julia Quinn
Tradução: Ana Rodrigues
Editora: Arqueiro
Páginas: 272

 

Links para comprar na Amazon (comprando com os links disponibilizados aqui você ajuda o blog a crescer):

Box Quarteto Smythe-Smith  (coleção completa)

Livro Simplesmente o Paraíso

Livro Uma Noite Como Esta

Livro A Soma de Todos os Beijos

Livro Os Segredos de Sir Richard

 



Comente pelo Facebook:

Ou comente por aqui:

Tamires de Carvalho • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPressDesenvolvido por