[RESENHA] ORGULHO E PRECONCEITO EM HQ

Sinopse: ““É uma verdade universalmente reconhecida que um homem solteiro, de posse de boa fortuna, deve estar atrás de uma esposa.”Elizabeth e suas quatro irmãs estão impossibilitadas de herdar a propriedade de seu velho pai e enfrentam a ameaça do despejo. As irmãs devem garantir sua segurança financeira por meio do casamento, mas nossa heroína tem outros planos. Ela fez votos de se casar somente por amor. Seu olhar acaba capturado pelo distinto Sr. Darcy, mas quem irá salvar os Bennets? Elizabeth deve se casar por amor ou deve salvar sua família?Jane Austen se referia a Orgulho e preconceito (1813), o primeiro romance que escreveu, como seu “filho querido” – e gerações de leitores lhe têm dado um cantinho em seus corações desde então. A atração irresistível que ela retrata, entre a vivaz e independente Elizabeth Bennet e o austero e solene Sr. Darcy, se insere entre as maiores, mais românticas e mais engraçadas histórias de amor já contadas.”

 

Uma história, quando é boa, não se esgota em si mesma. Por essa e outras razões, Orgulho e Preconceito, de Jane Austen, vem sendo adaptada com sucesso para o cinema, teatro, televisão, e agora, em HQ!

A Editora Nemo trouxe para o Brasil uma ótima adaptação em HQ de Orgulho e Preconceito, adaptada por Ian Edginton, ilustrada por Robert Deas e com tradução de Fernando Variani e Gregório Bert. A edição está impecável e é peça obrigatória não só na coleção dos fãs de Austen, como também na dos aficionados em quadrinhos.

O roteiro foi muitíssimo bem estruturado, pois em momento algum temos a impressão de estarmos acompanhando uma história picotada. Todos os momentos e diálogos mais importantes do clássico de Jane Austen estão na HQ e as ilustrações casam perfeitamente com a adapatação. Detalhes como a paleta de cores escolhida para as cenas, o olhar dos personagens, seus gestos mais discretos, humores… enfim, toda a essência do romance está presente nesta HQ. Além de ser uma ótima forma de apresentar Jane Austen e sua história a quem ainda não conhece, Orgulho e Preconceito em HQ é mais um meio de se encantar com esses personagens, queridos há mais de duzentos anos.

 

IMG_20160219_144353

 

 

 

Título: Orgulho e Preconceito em HQ
Autores: Jane Austen; Ian Edginton (adaptação); Robert Deas (ilustração)
Tradução: Gregório Bert e Fernando Variani
Editora: Nemo
Páginas: 144

 

Veja o Booktrailer:

 

10 comentários sobre “[RESENHA] ORGULHO E PRECONCEITO EM HQ

  1. Ah, não. Eu pulo essa. Não tenho vontade alguma de ler essa HQ. Acho que clássicos devem ser deixados em paz. Essa coisa de lançarem uma continuação depois de anos ou nesse caso, uma HQ me deixa meio desconfiada.
    Eu realmente passo a leitura, mas achei o traço lindo. Para quem curte, deve ser uma delícia!!!

    >> Vida Complicada <<

    Responder

  2. Oiii!

    Que liiiiinda essa edição né? Orgulho e Preconceito é um classico que foi adaptado de diversas maneiras e ainda assim não se perdeu no enredo né? Varias formas de trabalhar, gosto disso.
    Amei os traços escolhidos e agora quero comprar <3

    Beijinhos

    Responder

  3. Eu estou louca pra comprar essa hq!!!
    Você falou uma coisa certíssima nessa sua primeira frase, a obra quando é boa não se esgota em si, ainda mais sendo atemporal como um romance de Jane Austen.
    Deu até vontade de reler e Orgulho e Preconceito agora.
    Beijo

    Responder

  4. Pra que é fã de carteirinha, outras “adaptações” de seu obra preferida são um colírio para os olhos. Porém ande lendo alguns comentários e não sei se comprarei. Já tenho o livro, já li e pretendo assisti ao filme. Como a HQ ficou bem fiel a obra, não tenho a intenção de ler sem ter um elemento surpresa. Ou seja, acho que neste caso, não seria interessante tendo em vista que não há nenhum elemento que dê um diferencial, por isso vou ficar apenas com o livro mesmo.
    Beijos
    http://recolhendopalavras.blogspot.com.br/

    Responder

  5. Ainda não li esse clássico que é Orgulho e Preconceito, mas agora lendo a resenha, fiquei ainda mais encantada com essa história! Adoro HQ e nossa que lindos estão os desenhos! Será que vale a pena ler o quadrinho antes ou melhor ler o livro para ter toda essa impressão da magia da Jane na HQ? Ah acho que vou ler os dois mesmos, afinal, essa história é tão bem elogiada, que ainda não sei porque não li! Mas pretendo mudar isso já!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *