novembro 09, 2018

[RESENHA] O PARAÍSO SÃO OS OUTROS, DE VALTER HUGO MÃE

Sinopse: “O paraíso são os outros, de Valter Hugo Mãe, ganha nova edição pela Biblioteca Azul com ilustrações do autor inéditas no Brasil. Em O paraíso são os outros, uma menina volta seu olhar pueril para os casais. Casais de pessoas e de animais, de homem e mulher, de mulher com mulher, de golfinhos e de pinguins. Uma menina a quem o amor intriga e fascina. Uma menina que ao imaginar a vida dos outros, sonha com a pessoa que um dia irá amar. Sua voz inocente toca tanto as crianças quanto os adultos. A nova edição desta obra do aclamado escritor português Valter Hugo Mãe traz ilustrações do autor e texto de Noemi Jaffe na quarta capa. Além disso, esta edição apresenta texto atualizado, nota exclusiva do autor sobre suas ilustrações, miolo com cores especiais e capa dura. ‘Mais do que um livro, O paraíso são os outros é um convite à vida. Quando percebermos que o amor precisa de ser uma solução e não um problema então teremos percebido tudo.’ – Luis Sepúlveda. ‘Parece que só quem aceita o erro em si mesmo é capaz de amar os outros, nosso paraíso difícil e necessário. Valter Hugo Mãe propõe, como em seus desenhos, a unidade na dualidade e vice-versa. Só para os que amam ou os que estão dispostos a amar.’ – Noemi Jaffe.”

 

Eu sou muito fã de livros curtinhos. Especialmente dos de poesia ou prosa poética, como é o caso de O paraíso são os outros, do escritor português Valter Hugo Mãe. Às vezes, tudo o que a gente precisa em um dia, principalmente quando tudo parece impossível, é de uma pitada de amor. Se for o seu caso, recomendo muito esse livro.

O paraíso são os outros surgiu, segundo o autor, após uma reflexão acerca de uma popular expressão de Sartre, presente também na obra A desumanização: “o inferno são os outros”. Nas duas obras de Valter Hugo Mãe, a narrativa fica a cargo de uma menina. Quem melhor que uma criança para nos abrir os olhos para as verdades da vida?

A menina reflete sobre casais — formados por humanos ou animais — e sobre a aventura que é dividir a vida com alguém. Os textos são bem curtos e simples, mas extremamente delicados. Pura poesia!

 

“Os casais são criados por causa do amor. Eu estou sempre à espera de entender o que é. Sei que é algo como gostar tanto que dá vontade de grudar. Ficar agarrado, não fazer nada longe. Os casais são isso: gente muito perto. Quero dizer: acompanhando, porque mesmo em viagem não deixam de acompanhar, pensam o dia inteiro no outro. Às vezes, falamos com alguém que pertence a um casal e essa pessoa nem ouve porque está a pensar em quem ama. Chega a ser bizarro. Quase mal educado.”

 

“O amor é um sentimento que não obedece nem se garante. Precisa de sorte e, depois, de empenho. Precisa de respeito. Respeito é saber deixar que todos tenham vez. Ninguém pode ser esquecido.”

 

“Estou cada vez mais certa de que o paraíso são os outros. Vi num livro para adultos. Li só isso: o paraíso são os outros. A nossa felicidade depende de alguém. Eu compreendo bem.”

 

 

A edição da Biblioteca Azul conta com ilustrações do autor, que diz desenhar não por talento, e sim por ternura. A única ressalva que eu faço sobre o livro — na verdade, sobre o e-book — é que o texto da Noemi Jaffe não integra a edição conforme informado na sinopse das edições impressa e eletrônica. O e-book tem uma diagramação linda, perfeita para a leitura, mas deixou o texto da quarta capa de fora. Uma pena!

 

 

Título: O paraíso são os outros

Autor: Valter Hugo Mãe

Editora: Biblioteca Azul

Páginas: 64

 

Compre na Amazon: O paraíso são os outros.



Comente pelo Facebook:

Ou comente por aqui:

Uma resposta para "[RESENHA] O PARAÍSO SÃO OS OUTROS, DE VALTER HUGO MÃE"

Dandara Machado - 10 novembro 2018 às 10:13

Gostei muito da resenha, pois admiro muito as obras desse autor.

Responder

Tamires de Carvalho • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPressDesenvolvido por