junho 25, 2019

[RESENHA] NORTE: EM BUSCA DOS PAIS PERFEITOS, DE ALAN ZWEIBEL

Sinopse: “A história de um garoto que viaja o mundo em busca dos pais perfeitos.”

 

Certa vez, um projeto de incentivo à leitura passou pela escola em que eu estudava. Era um ônibus que deixava uma caixa com livros nas escolas e os alunos podiam pegar qualquer exemplar emprestado e devolver, mas sem o rigor de uma biblioteca. Você podia devolver outro livro em bom estado no lugar do que você pegou no ônibus, por exemplo. O controle era feito apenas em relação à quantidade de livros, para que o projeto não saísse prejudicado ao terminar a temporada em alguma das cidades percorridas.

Lembro que eu li muita coisa, talvez a caixa inteira, mas, estranhamente, apenas um título jamais se perdeu na minha memória: “Norte, a história do garoto que viaja o mundo em busca dos pais perfeitos”. Na época, eu não tinha livros para trocar, mas esperava um dia reencontrar essa história.

Dia desses, enfim, comprei Norte em um sebo pela Amazon. Não lembrava muitos detalhes e até tive receio de não curtir tanto a leitura, pois me encontro em um lugar bem distinto daquele com o qual tive o primeiro contato com a história, mas Norte ainda teve valor para mim, mesmo já adulta.

O livro é uma narrativa breve sobre um garoto que, insatisfeito com pais negligentes, resolve entrar na justiça e conseguir o direito a uma espécie de divórcio dos pais. Norte, que é um menino espetacular, ótimo candidato a filho para qualquer boa família, cansou de implorar pela atenção dos pais (leia-se fingir ataques cardíacos), que parecem interessados demais em qualquer coisa que não seja o filho.

Estranhamente — ou não — a justiça concede rapidamente o direito a Norte de sair em busca dos pais perfeitos e candidatos não faltam! Ele percorre os Estados Unidos experimentando pais e, longe de casa, começa a perceber que essa aventura e a decisão de escolher novos pais pode não ser tão fácil quanto ele pensava. Enquanto isso, o país fica de ponta cabeça, com o precedente legal aberto a partir do caso dele. As crianças, quem imaginaria (!), passaram a encurralar os próprios pais para terem tudo o que quiserem, ou então pediriam, também, o divórcio.

 

O livro tem ilustrações de Alex Tiani.

 

Para nós, adultos, é bem fácil entender que Norte chegou àquela fase da infância ou pré-adolescência em que começamos a perceber que os nossos pais têm falhas. Aquela revolta de querer mais, de achar que merece mais, atrelada ao distanciamento que muitas vezes ocorre nessa fase de bebê crescido talvez tenham sido, inclusive, o que me chamou tanto a atenção na época em que li pela primeira vez e que me fez guardar o nome desse livro por tantos anos.

 

“Era como Joey tinha ensinado: ‘Nada é novo. Pode ser mais, pode ser menos. Pode estar disfarçado. Mas não muda.’” (p. 102)

 

Para quem está forçando a memória dos tempos de Sessão da Tarde por causa da foto do ator Elijah Wood na capa do livro, a história foi adaptada para o cinema em 1994 com o mesmo nome do livro, North. Aqui no Brasil o filme teve o título traduzido para O Anjo da Guarda. Pelo o que eu pesquisei depois de ler, algumas mudanças parecem ter sido feitas para o roteiro, assinado pelo próprio Alan Zweibel e também por Andrew Scheinman.

 

“Uma nota para o leitor”.

 

Publicado originalmente em 1984 (no Brasil, dez anos depois), Norte é uma leitura rápida e bem divertida. O tom nonsense do poder infantil e a ironia fina de Alan Zweibel fazem com que o leitor devore as páginas dessa novela. Leitura recomendada para pais e filhos!

 

 

 

 

Título: Norte (A história de um garoto que viaja o mundo em busca dos pais perfeitos)

Autor: Alan Zweibel

Tradução: Leo Cunha

Ilustrações: Alex Tiani

Editora: 34

Páginas: 120

Compre na Amazon: Norte, em busca dos pais perfeitos.



Comente pelo Facebook:

Ou comente por aqui:

Tamires de Carvalho • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPressDesenvolvido por