março 31, 2017

[LANÇAMENTO] BELINDA, DE MARIA EDGEWORTH

Sinopse: “Publicado pela primeira vez em 1801, Belinda é a história de Miss Portman, uma moça inteligente e charmosa em meio às tentações e perigos da elegante sociedade londrina da época. Enviada para Londres por sua tia casamenteira para encontrar um marido rico e com um título de nobreza, Belinda influencia a vida de todos aqueles os quais têm a honra de conhecê-la. Um dos romances mais instrutivos já escritos até hoje, um manual de como ser feliz em meio às frustrações da sociedade.”

 

A postagem de hoje é para que eu possa dar-lhes as boas novas: o Blog Tamires de Carvalho foi selecionado para ser parceiro da Pedrazul Editora! Com isso, teremos por aqui ainda mais novidades sobre os lançamentos da editora em primeiríssima mão! Falando em lançamento, Belinda, de Maria Edgeworth entra em pré-venda hoje! Você pode reservar o seu exemplar aqui. O livro tem quase 500 páginas, em uma edição belíssima, com ilustrações originais. Tamanho 16X23cm e tradução de Bianca Costa Sales, a mesma tradutora de Os Mistérios de Udolpho.

 

Saiba mais sobre o romance:

“Mrs. Stanhope fez de tudo até conseguir que a  dama mais elegante e influente de Londres, a notória lady Delacour, uma viscondessa, levasse sua última sobrinha solteira para passar uma temporada com ela.  A esperança da tia era que Belinda conseguisse, com o as suas demais primas, um bom e rico marido. Belinda, então, foi jogada num tumulto social e acabou se envolvendo nos conflitos familiares da aristocrática família Delacour. Enquanto a belíssima lady Delacour tenta chamar a atenção de Clarence Hervey e outros cavalheiros para si com coquetismo, vivendo uma agitada vida social, como se o mundo fosse acabar amanhã, ela enfurece lorde Delacour, causando uma tragédia. Mas a lady esconde um grande segredo. Em meio à agitada vida social, o coração da jovem Belinda é tocado por Mr. Hervey, mas ele está comprometido com outra. Resta a Belinda se casar com Mr. Vicent, o protegido dos sóbrios e racionais Percivals.

 Belinda é a história envolvente de uma jovem mulher forte, que luta para manter sua integridade, mesmo estando sob a tutela de um mau exemplo experiente na forma de uma lady elegante.”

 

 

SOBRE A AUTORA

Quando Jane Austen publicou seu primeiro romance, Razão e Sensibilidade, em 1811, não havia dúvida de que era a principal romancista da época: Maria Edgeworth (1768 – 1849). Ela não foi apenas a escritora de ficção inglesa mais admirada, mas também a melhor remunerada. Numa famosa vindicação de ficção em A Abadia de Northanger, Austen cita nomes de livros, entre eles Belinda de Edgeworth, como uma daquelas obras que provaram o poder intelectual e a sagacidade dos melhores romances.  A autora permaneceu como a maior romancista da Inglaterra até o início do século XIX.

 

Belinda é mais um título indispensável na estante dos fãs de Jane Austen. E só a editora que lançou Os Mistérios de Udolpho em português poderia presentear-nos com um lançamento desses, em uma edição primorosa!

 

Adicione Belinda à sua estante no Skoob clicando aqui.

 

URGENTE: As primeiras 100 pessoas que comprarem Belinda através do site da editora concorrerão a um exemplar de A Pequena Dorrit, de Charles Dickens, edição ilustrada originalmente. O lançamento do livro de Dickens está previsto para agosto deste ano.

março 23, 2017

[ETC.] AS MELHORES CITAÇÕES DE “LONGE DESTE INSENSATO MUNDO”, DE THOMAS HARDY

 

Pelo o que eu pude perceber desde que li Longe Deste Insensato Mundo, de Thomas Hardy, é que essa é uma história do tipo que as pessoas amam ou odeiam. A protagonista, Bathsheba Everdene, seria a responsável por sentimentos tão calorosos em torno do romance. Sendo eu do time das pessoas que amaram a história de Hardy, compartilho abaixo as melhores citações de Longe Deste Insensato Mundo, pois nem todas puderam ser postas na resenha que fiz do livro. Para ilustrar, as fotos são da adaptação cinematográfica de 2015, do diretor Thomas Vinterberg, que contou com nomes como Carey MulliganMatthias SchoenaertsMichael Sheen e Tom Sturridge no elenco.

 

Sinopse do livro: Bathsheba Everdene é espirituosa e expansiva demais para uma dama inglesa do século XIX. Antes uma simples camponesa, agora é herdeira de uma vasta propriedade rural em Weatherbury, mas seu temperamento independente e enigmático causa falatórios entre seus próprios empregados. Gabriel Oak, um fazendeiro que sofrera grandes perdas, é apaixonado por ela, mas a jovem tem outros pretendentes, o sedutor sargento Troy e o respeitável fazendeiro de meia-idade Boldwood. Ao mesmo tempo em que os destinos destes três homens dependem da escolha de Bathsheba, ela descobre as terríveis consequências do seu coração inconstante. Um romance de paixão, com descrições da vida rural e paisagens idílicas, apresenta ao leitor uma obra-prima com extrema honestidade sobre as relações sexuais.” Fonte: Pedrazul Editora.

 

ATENÇÃO: O conteúdo abaixo pode conter spoiler do livro ou filme.

 

“O guarda observou o veículo que passava.

‘É uma moça muito bonita’, disse ele a Oak.

‘Mas tem seus defeitos’, comentou Gabriel.

‘É verdade, fazendeiro.’

‘E o maior deles é – bem, o de sempre.’

Regatear? Sim, é mesmo.’

‘Ah, não.’

‘O que, então?’

Gabriel, talvez, um pouco ressentido pela indiferença da viajante, olhou para onde havia testemunhado a atuação dela pela cerca e disse:

‘Vaidade.’” (p. 10)

 

Farei uma única coisa nesta vida, uma coisa certa, que é amá-la e esperá-la, e continuar a desejá-la até morrer.” (p. 28)

Gabriel Oak, interpretado por Matthias Schoenaerts.

 

“‘Parece assustadoramente errado não aceitá-lo quando você tem tanto sentimento!’, disse ela com um pouco de angústia, olhando ao redor sem esperanças de escapar de seu dilema moral. ‘Como gostaria de não ter corrido atrás de você!’ No entanto, ela parecia encontrar um atalho para reencontrar a alegria e ajustou seu rosto para parecer brejeira. ‘Não seria possível, Mr. Oak. Quero alguém que me dome. Sou independente demais. Você nunca conseguiria, sei disso.’” (p. 29)

 

“‘Agora prestem atenção, vocês têm uma patroa em vez de um patrão. Ainda não conheço o meu poder e meus talentos para a agricultura, mas devo fazer o meu melhor e se me servirem, servirei a vocês. Se houver alguém desleal entre vocês (se houver alguém, mas espero que não) achando que por eu ser uma mulher não entendo a diferença entre mau e bom comportamento.’

‘Não, dona’, disseram todos.

‘Muitíssimo bem observado’, disse Liddy.

‘Acordarei antes de vocês; estarei nos campos antes que cheguem e tomarei o meu desjejum antes que estejam nos campos. Resumindo, surpreenderei todos vocês.’”

 (p. 68)

 

Bathsheba Everdene, interpretada por Carey Mulligan.

 

“‘Oh, o fazendeiro Boldwood’, murmurou Bathsheba e olhou para ele enquanto este ia ainda mais rápido. O fazendeiro não virou a cabeça em nenhuma vez, seus olhos estavam fixos num ponto mais distante da estrada, que passou tão inconscientemente e distraidamente como se Bathsheba e seus encantos fossem o mais diluído ar.’” 

(p. 76)

 

“‘Sofro – muito – ao pensar’, declarou ele com simplicidade solene. ‘Venho conversar com você pela primeira vez. Minha vida não me pertence mais desde que a vi, Miss Everdene. Venho para pedir-lhe em casamento.’” (p. 103)

 

Bathsheba e Mr. Boldwood, interpredado por Michael Sheen.

 

“Uma mulher pode ser tratada com a amargura que lhe é doce e com a rispidez que não lhe é ofensiva.” (p. 109)

 

“‘Gabriel, ficará aqui comigo?’, perguntou ela, sorrindo de maneira cativante, sem se preocupar em fechar os lábios, pois logo sorriria novamente.

‘Ficarei’, respondeu Gabriel.

E ela sorriu outra vez.” (p. 115)

 

Bathsheba e Gabriel Oak.

 

“‘Bathsheba amou Troy da maneira que somente as mulheres autoconfiantes amam quando abandonam sua autoconfiança. Quando uma mulher forte de forma imprudente joga fora sua força é pior do que uma mulher fraca que nunca teve força para jogar para fora. Uma fonte de sua inadequação é a novidade da ocasião. Ela nunca teve prática em fazer o melhor de tal condição. A fraqueza é duplamente fraca por ser nova.’” (p. 152)

 

“‘E os defeitos de Troy ficavam completamente distantes da visão de uma mulher, enquanto seus encantos estavam bem na superfície, contrastando assim com o humilde Oak, cujos defeitos eram evidentes a um cego e cujas virtudes eram como metais em uma mina.’” (p. 153)

 

Bathsheba e Sargento Troy, interpretado por Tom Sturridge.

 

“‘A senhora sabe que eu a amo e sempre amarei. (…) ‘Você é tudo o que há de mais importante para mim, até mais que a minha vida!’” (p. 156)

 

“Há expressões no olhar que não estão na língua e há mais contos em lábios pálidos do que entram pela audição.” (p. 163)

 

Bathsheba e Gabriel Oak.

 

“É difícil para uma mulher definir seus sentimentos na linguagem que é, principalmente, feita para os homens se expressarem.” (p. 287)

 

“‘Bathsheba’, disse ele, com ternura e com surpresa, aproximando-se: ‘se ao menos eu soubesse de uma coisa; que me permitiria amá-la e ganhá-la, e me casar com você depois de tudo… se ao menos eu soubesse disso!’

‘Mas você nunca saberá’, murmurou ela.

‘Por quê?’

‘Porque nunca pergunta.’

‘Oh… Oh!’, disse Gabriel, com uma risada baixa de alegria. ‘Minha querida…’” (p. 323)

 

Gabriel Oak e Bathsheba.

 

“Eu correria atrás de você, minha linda Bathsheba, por muitas milhas e muitos dias e é difícil me invejar essa visita.” (p. 323)

 

“Quem observava precisava estar muito próximo para descobrir que as siluetas, sob os guarda-chuvas, eram Oak e Bathsheba, de braços dados pela primeira vez em suas vidas. Oak num casaco que se estendia até os joelhos e Bathsheba com uma capa que chegava até seus tamancos. No entanto, apesar de estar vestida de uma forma tão simles, havia uma certa aparência rejuvenescida sobre ela: como se uma rosa pudesse fechar-se e voltar a ser um botão.” (p. 326)

 

Gabriel Oak e Bathsheba.

 

 

Sobre o livro:

Título: Longe Deste Insensato Mundo
Autor: Thomas Hardy
Tradução: Ellen Bussaglia
Editora: Pedrazul
Páginas: 328

 

Compre no site da Pedrazul Editora e ganhe lindos marcadores.

 

 

Veja o trailer do filme (em inglês):

março 17, 2017

[LANÇAMENTOS] NOVIDADES NO SELO REVELAÇÕES DA PEDRAZUL EDITORA

O selo Revelações, que aposta em talentos nacionais e foi inaugurado com a publicação de Primeiras Impressões, livro em pré-venda da escritora Laís Rodrigues, ganhou mais duas autoras para o time: Silvia Spadoni e Emilia Lima. Conheça abaixo as autoras e os próximos lançamentos:

 

Silvia Spadoni

Sucesso na Amazon durante vários meses consecutivos entre os cem mais lidos, Silvia chegou à segunda colocação entre os autores de língua portuguesa mais lidos nos Estados Unidos, ao lado de Machado de Assis, com Um Amor Conquistado e Um Amor Inesperado. A Pedrazul, além destes dois romances (com capítulos inéditos), ainda publicará em primeira mão o terceiro livro da série Amores: Um Amor Apaixonado.

A autora é advogada formada pela USP, casada há 31 anos, tem três filhos e mora em Ribeirão Preto, SP.

 

Um Amor Conquistado (1º. livro da Série Amores, que tem como próximos títulos Um Amor Inesperado e Um Amor Apaixonado)

Sinopse: Ainda criança, Sophia foi levada para a Inglaterra para fugir da perseguição e do terror impostos pela Revolução Francesa. Com medo de ser descoberta, nunca revelou sua origem nobre, mas manteve viva a esperança de reencontrar sua família. Após o falecimento da madrinha, Sophia se vê obrigada a buscar trabalho para sobreviver e, por isso, se candidata à vaga de preceptora de Louise, a sobrinha órfã do conde de Buckington, um nobre conhecido pela sua frieza e arrogância. Uma brincadeira do acaso e ela se vê diante da possibilidade de voltar à França sob a proteção do nobre inglês e de descobrir o que aconteceu com seus pais. Mesmo avisada sobre os riscos, ela decide seguir em frente, ainda que isso signifique fingir ser a noiva do conde de gelo. Edward é um homem frio e arrogante, disposto a qualquer coisa para vingar-se do francês que destruiu seu irmão, até mesmo embarcar para a França em companhia de uma desconhecida apresentando-a como sua noiva. Ele conhece os riscos da empreitada, só não está preparado para os sentimentos contraditórios que invadem seu coração.”

 

Um Amor Conquistado já está em pré-venda e pode ser adquirido aqui.

 

Para adicionar à sua estante no Skoob, clique aqui.

 

 

Um Amor Inesperado entrará em pré-venda no final do mês de abril, com previsão de entrega no final de maio ou início de junho.

“Na antiga Inglaterra, Amélia embarca em um plano mirabolante com o único objetivo de se livrar do seu terrível tutor: casar-se com um total desconhecido e, ainda por cima, prisioneiro da Coroa Britânica à espera da execução. O plano parece dar certo. Ela se considera viúva e já não sente mais a presença obscura de seu guardião. Mas o mundo de Amélia vira de ponta-cabeça quando Lorde Cunnington, o herdeiro até então ignorado do conde de Hartford, assume as propriedades e é recebido como herói na sociedade local. Tudo estaria bem, não fosse o fato de ele ser o prisioneiro com quem ela havia se casado no submundo daquela fétida prisão. Amélia, agora, precisa enfrentar a vingança do homem cujo nome ela comprou e os novos sentimentos que a simples presença daqueles olhos negros desperta nela. Lançamento em breve!”

 

Adicione à sua estante no Skoob, aqui.

 

 

Um Amor Apaixonado, terceiro livro da série, entrará em pré-venda em junho, com entrega prevista para o mês seguinte.

Sinopse: “Prudence não é prudente. Ao contrário do que seu nome indica, ela anseia por aventura. Dona de um espírito livre e apaixonado, ela é a menos tradicional filha de um duque inglês. Desde menina sentia uma vontade imensurável de conhecer os mistérios do Oriente e sua amizade com o príncipe Bahman Al Kaled, iniciada ainda na infância de forma inusitada, a fez desenvolver verdadeira obsessão pela Arábia. Quando surge a oportunidade perfeita para realizar seu sonho de viajar até lá, vê-se obrigada a ficar sob a tutela e proteção de um príncipe arrogante, insuportável e irresistível!

Ao contrário do irmão mais velho, o príncipe Táriq odeia o povo inglês, mas o destino coloca sob sua responsabilidade justamente uma nobre inglesa, que acredita ser a síntese da mulher fútil e manipuladora que ele tanto despreza. Mas seu país precisa de uma aliança política e cabe a ele evitar que a ousada filha do duque de Barrington seja sequestrada em sua viagem a caminho do palácio Madinat al-Zahr. Tudo teria se resolvido em poucos dias se uma terrível tempestade de areia não tivesse atravessado o caminho deles. Após dias e noites sozinhos no deserto, a reputação de Lady Sinclair fica irremediavelmente comprometida e ele terá de encarar seu pior pesadelo: um casamento, pelo bem de seu país e pela honra da jovem. Será que de um casamento forçado pode nascer um amor apaixonado?”

 

Adicione à sua estante no Skoob, aqui.

 

Acompanhe a escritora Silvia Spadoni no facebook e saiba das novidades, clicando aqui.

 

 

 

Emilia Lima

A baiana Emilia Lima é formada em Economia, mas é uma apaixonada pelas letras, principalmente pelos romances clássicos ingleses, cuja autora preferida é Jane Austen. Também é grande fã de Isabel Allende e de Gabriel Garcia Marquez. Apaixonada por viagens e cinema, Emilia adora conhecer os lugares onde os seus livros são ambientados. Dona de uma extensa biblioteca, ela tem na leitura e na escrita um de seus maiores prazeres. Sua paixão pelos livros vem desde criança, incentivada pelos avós maternos, Marlotinho e Zelinha, que sempre lhe davam livros de presente. Além de Alina, é autora de Ágata e de Dandara que fazem parte da série Família Cirilo. Emilia mora na Bahia e tem dois filhos.

 

Alina (1º. livro da série Família Cirilo, que tem como próximos títulos Ágata e Dandara, este último inédito)

Capa oficial de “Alina”.

Sinopse: “Ambientada na Bahia século XVI, com passagens em Lisboa, Alina conta a história da família Cirilo, que veio de Portugal com o intuito de ajudar na colonização do Brasil. Alina Cirilo amou o jovem advogado Pedro Garcia desde a primeira vez que o viu – um grande amor, porém, proibido. Apaixonada por Pedro, com quem havia se deitado, ela é enviada pelo pai para longe, mas já levava a semente dele dentro de si. Sem escolha, longe de casa, vivendo em meio aos índios, ela conhece Naru, um mestiço com modos de fidalgo. Sozinha, carente, ela deixa-se conquistar pelo jovem belo e doce mestiço, embora nunca tenha esquecido Pedro. Amor, laços familiares, renúncias, traições e reencontros surpreendentes. Edição ilustrada por Mara Sop.”

 

 

Alina já está em pré-venda! Reserve o seu exemplar aqui. A edição foi lindamente ilustrada por Mara Sop, conforme pode ser visto abaixo. Trata-se de uma edição que foi revista, portanto completamente diferente da primeira. A Pedrazul fará marcadores também com as ilustrações presentes no livro, só que coloridos! Um charme!

Ilustração do livro “Alina”.

 

 

Adicione à sua estante no Skoob, aqui.

 

 

A Pedrazul ainda não divulgou as capas e informações dos outros volumes da série Família Cirilo, mas deve divulgar em breve. Aguardo ansiosa!

 

Além de histórias lindíssimas, com o selo Revelações a Pedrazul vem proporcionar aos seus leitores, já habituados aos maravilhosos clássicos históricos e de época, conhecer e admirar os novos talentos da literatura brasileira. Fica aqui o convite para prestigiarmos as autoras, lendo e comentando sobre seus livros.

 

Acesse www.pedrazuleditora.com.br e veja todo o catálogo disponível para compra.

Tamires de Carvalho • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPressDesenvolvido por