dezembro 20, 2018

[DIÁRIO] NESTE NATAL (E EM TODAS AS DATAS) DÊ LIVROS DE PRESENTE!

Ilustração da Samanta Flôor

 

Eu sempre fecho o ano com um resumo das minhas melhores leituras como uma sugestão para a sua lista de leitura do ano seguinte. Neste fim de ano, no entanto, vou fazer um pouco diferente: além de sugerir algumas das minhas melhores leituras do ano para você, vou sugerir editoras e uma lista de ótimas opções para ler em e-book na Amazon, especialmente de livros que integram o Kindle Unlimited (a Netflix dos livros, para quem ainda não conhece). Tudo isso com um intuito simples, fazer com que você possa criar não só o hábito de ler mais, mas também de dar livros de presente! Não vou falar sobre a crise no mercado editorial, das milhares de livrarias que fecharam nos últimos tempos, porque além da questão de mercado e má administração que envolve o assunto, não podemos esquecer ou negar que o Brasil está longe de ser um país de leitores. Ainda somos poucos, mas com um pouco de empenho em incentivar a leitura, dia após dia, podemos reverter esse quadro. Livros precisam ser vendidos, comprados, mas principalmente, precisam ser lidos.

 

Livros impressos (ou não) que eu li e me apaixonei em 2018

Kurt Seyit e Shura, de Nermin Bezmen

Capitu vem para o jantar, da Denise Godinho

Amor & Orgulho, de Georges Ohnet

Mary Poppins, de P. L. Travers

O Maravilhoso Malabarista de Porcelana, de Juliana Scatolin

A Língua de Eulália, de Marcos Bagno (Aqui eu faço um alerta: esse livro além de maravilhoso é muito necessário, pois fala de um assunto ainda pouco discutido nas salas de aula, a sociolinguística. Sabe aquela pessoa que adora rir de quem “fala errado”? Esse livro é um ótimo presente para ela!)

Tempo de Migrar para o Norte, de Tayeb Salih

Sonetos de Amor, de Luís de Camões

A Leitora Incomum, de Virginia Woolf

Senhora, de José de Alencar (uma releitura que fiz em 2018 e só confirmou o que eu já sabia: esse livro sempre vai fazer meu coração disparar de amor e ansiedade!)

Poemas Escolhidos, de Mia Couto

100 dicas para amar o seu corpo (como ele é!), da Thati Machado

Entre Irmãs, da Frances de Pontes Peebles

Sobre a imortalidade de Rui de Leão, de Machado de Assis

As Últimas Testemunhas: Crianças na Segunda Guerra Mundial, de Svetlana Aleksiévitch

Poesia que transforma, do Bráulio Bessa (ótimo presente até para quem não tem hábito de leitura!)

Lazarillo de Tormes, de autoria desconhecida (tem pdf para ler aqui no blog).

Tente Outra Vez, do Fabiano Jucá

O que toca o coração, da Silvia Spadoni

Meu livro violeta, de Ian McEwan

Meninos sem pátria, do Luiz Puntel

Nada, de Carmen Laforet

A Casa da Alegria, de Edith Wharton

Adulta sim, madura nem sempre: fraldas, boletos e pouco colágeno, de Camila Fremder

Livro das donas e donzelasde Júlia Lopes de Almeida.

 

Livro “A Leitora Incomum”, de Virginia Woolf, na edição super caprichada da Editora Arte e Letra: capa dura de pano!

 

 

*** Algumas leituras que ainda estou fazendo, mas entram fácil na lista de ótimas leituras de 2018:

Coral e outros poemas, de Sophia de Mello Breyner Andresen

O retorno de Mary Poppins, de P. L. Travers

Úrsula e outras obras, de Maria Firmina dos Reis (tem pdf para ler aqui no blog)

Dois dedos de prosa: o cotidiano carioca por Julia Lopes de Almeida, organizado por Angela di Stasio, Anna Faedrich e Marcus Venicio Ribeiro.

Cinco imprestáveis e um velho rabugento, da Clara Caraciolo.

 

 

Editoras médias/pequenas para levar em consideração

Todo mundo conhece editoras como Companhia das Letras, Sextante, Record, pois são grandes grupos empresariais com um marketing que as coloca em todos os espaços possíveis. São ótimas editoras, com um catálogo maravilhoso, mas que tal dar uma olhada em editoras menores, que suam muito a camisa para oferecer literatura de qualidade, ótimas fontes de entretenimento, tudo isso com preço acessível? Abra um espaço na sua lista de leitura (e compre direto no site das editoras, quando possível) para a Pedrazul Editora, que publica com qualidade muitos clássicos da literatura (sobretudo inglesa) íneditos em português. A Pedrazul está publicando os romances da série canadense Anne de Green Gables, além de abrir espaço para autoras contemporâneas do gênero de romance de época. Falando em romance de época, a Portal Editora publicou muitos autores contemporâneos que começaram a carreira de forma independente. Os livros são de muita qualidade e com preço bastante acessível. A Qualis Editora também aposta muito nos autores nacionais, vale a pena dar uma olhada no catálogo dela. No formato digital, a Dame Blanche publica fantasia da melhor qualidade, e todos os e-books da editora são vendidos a menos que um cafezinho. A Plutão também tem bons títulos nessa linha. A nossa editora parceira mais recente, a EDUFF – Editora da Universidade Federal Fluminense tem livros a partir de cinco reais!

 

Eu apaixonada pelo livro “O que toca o coração”, da Silvia Spadoni, publicado pela Qualis Editora.

 

 

Já pensou em entrar para um clube do livro?

Em 2018 voltei a ser assinante da TAG Experiências Literárias e agora não largo por nada nessa vida! Adoro o clube Curadoria, tenho feito leituras extremamente importantes e fora da minha zona de conforto. A TAG tem duas opções de assinatura: a Curadoria, que entrega todo mês um livro em edição exclusiva indicado por um curador, marcador de páginas do livro, uma revista que amplia a experiência de leitura, e um mimo surpresa; e o Inéditos, que todo mês envia um livro que já é best-seller  no exterior, mas ainda não foi lançado no Brasil, e um pôster com infográfico sobre o livro. Além disso tudo, em várias cidades do Brasil assinantes se reúnem para discutir o livro do mês! Esses encontros são marcados pelo aplicativo da TAG, que também proporciona uma maior interação entre os assinantes, além dos grupos no facebook. Saiba mais sobre o clube clicando aqui!

 

Um dos melhores (e mais perturbadores) livros que eu li na vida, “As últimas testemunhas”, foi enviado pela TAG Curadoria em julho/2018.

 

Já pensou em ser assinante do Kindle Unlimited?

Eu fico roxa de nervoso (raiva mesmo) quando vejo alguém dizer que o Unlimited não vale a pena, porque só tem livro Hot (soa até como ofensa para os fãs do tema, eu sei). A verdade é que o programa Kindle Unlimited tem de tudo. TUDO MESMO! Eu tenho uma listinha de indicações com vários livros ótimos se você quiser indicações (atualizo constantemente) e posso te garantir: se você procurar vai achar Hot, romance de época, fantasia, humor, crônica, poesia, conto, romance contemporâneo, clássicos da literatura em ótimas edições (sim, tem livro da Editora Zahar no Kindle Unlimited!) e um montão de coisa boa! Eu assinei inicialmente para ler autores independentes, mas agora leio de tudo e mais um pouco! Para quem não conhece, o Kindle Unlimited é “a Netflix dos livros”, como eu disse lá em cima: por um valor mensal (R$ 19,90 mas tem várias promoções de um ou três meses grátis — sempre compartilho nas redes sociais, fique de olho) você tem acesso a milhares de e-books para ler no ser celular, tablet, computador (nessa opção nem precisa de aplicativo, dá para ler no navegador mesmo) ou no dispositivo de leitura da Amazon, o maravilhoso e incrível Kindle (maravilhoso e incrível porque quando você experimenta, não quer saber de ler e-book em outro lugar). Feita a assinatura, você pega os e-books emprestado, com o limite de ficar com dez de cada vez. Quem empresta, autor independente ou editora, recebe por cada página lida. Experimente clicando aqui. 

 

Uma ótima leitura que fiz nesse ano, “Tente Outra Vez”, do Fabiano Jucá, está no Kindle Unlimited.

 

 

Sabia que tem muita coisa para ler (legalmente) de graça via internet?

Aqui eu falo novamente da Amazon: todo dia tem um monte de e-book de graça para baixar por lá, de forma legal e sem comprometer o trabalho de ninguém! Eu mesma deixo ocasionalmente os meus e-books para serem baixados gratuitamente na Amazon. Apesar de algumas pessoas serem contra a gratuidade, essa é uma ótima troca, pois o leitor tem acesso a um conteúdo que nem sempre pode (ou quer no momento) pagar e o autor tem uma divulgação massiva da sua obra por algum tempo. Além disso, existem revistas como a Mafagafo e a Trasgo, que oferecem conteúdo de ótima qualidade com o custo de um único compartilhamento no facebook, por exemplo. Apesar de não ter de abrir a carteira e contar as moedinhas, lendo e compartilhando conteúdos desse tipo você ajuda muito quem escreve e publica.

 

***

 

Quero agradecer a todos que acompanharam as minhas leituras (e divagações) neste ano de 2018! Fechamos o ano com o blog tendo um bom número de visualizações, de forma constante e de vários países, estou publicando o meu primeiro livro impresso (com ISBN e tudo!), e recebi convites para participar de palestras e feiras literárias em Muriaé-MG e região. É um sonho que tem se realizado graças a você, que está lendo esse post agora mesmo. Muito obrigada, boas festas e até 2019!

 

Encerramento da I FELIMUR (Feira Literária de Muriaé), com o meu marido Anderson, nossa filha Olívia e muitos amigos que vivem entre os livros. Esse foi apenas um dos vários momentos especiais que a literatura me proporcionou em 2018.

 

maio 15, 2018

[LANÇAMENTO] DO OUTRO LADO DO OCEANO, DE LAÍS RODRIGUES

Sinopse: “Intermediando passado e presente, duas grandes histórias de amor. Lady Catherine foi criada para ser submissa, recatada e para se casar com um rico aristocrata. Porém, a despeito de seu contínuo esforço e da educação rígida de sua preceptora, ela não consegue se comportar como uma perfeita dama. Para piorar, acha todos os cavalheiros enfadonhos, até conhecer um belo e sedutor estrangeiro. Quando uma tragédia choca a pequena cidade de Backhan, Lady Catherine vê-se em uma encruzilhada: deve buscar a verdade, mesmo que isso a faça perder as pessoas que ama? No presente, Cathy Murray é uma garota tímida e sonhadora de uma cidade pacata da Califórnia que escreve e publica contos usando um pseudônimo. Quando seu talento secreto é descoberto por uma das maiores editoras da Europa, ela tem a oportunidade de mudar-se para a Inglaterra, onde conhece um fascinante estrangeiro, Apesar de sua desconfiança em relação ao sexo oposto, Cathy encontra-se cada vez mais envolvida por um homem que mal conhece, e cuja família é rodeada por segredos e mistérios.”

Capa: Gisely Eliza Fernandes

 

Já está disponível em e-book Amazon o mais novo lançamento da autora Laís Rodrigues! Do outro lado do oceano é uma adaptação de A Abadia de Northanger, de Jane Austen e promete ser uma história tão viciante quanto Primeiras Impressões. 

Em breve o título sairá em formato físico pela Pedrazul Editora, que também anunciou a reimpressão de vários livros esgotados e lançamentos imperdíveis!

 

 

SOBRE A AUTORA: Laís Rodrigues é uma advogada de 32 anos que lê desde criança. Ao contrário da maior parte dos autores, nunca havia sonhado em escrever. No entanto, depois que começou, apaixonou-se totalmente pela escrita, e, para a sorte do leitor, não consegue mais parar. Além de Do Outro Lado do Oceano, é dela também Primeiras Impressões, ambas adaptações contemporâneas de obras de Jane Austen, de quem é grande fã. Ela também é autora de Heart of Fire, fantasia para jovens adultos que faz parte da série The Elements. Laís é baiana e mora no Rio de Janeiro com o marido e três gatos, pois acabou de resgatar outro, há três meses.

 

dezembro 14, 2017

[RESENHA] SOB OS ACORDES DOS ANJOS, DE CHIRLEI WANDEKOKEN

Sinopse: “Joss Horsfield tem o curso de sua vida alterado quando, no leito de morte, o Marques de Lands End, seu pai, reconhece seu irmão bastardo como filho e revela a grande farsa em que suas vidas foram enredadas. Agora, ao lado de seu irmão, ele começa uma busca pela mãe biológica de ambos. Mas a procura pela verdade traz novas descobertas, como duas primas que sobreviveram a um incêndio criminoso que matou toda a família: Celestine, uma louca que passou a vida escondida num hospício – e a quem ele teria que suportar –, e Estell, que durante a fuga das chamas se perdeu da irmã, foi levada para França, e retorna a Londres para um ajuste de contas. Joss, agora, tem que lidar com as consequências de mexer no passado, mas o que ele não esperava era que a louca Celestine o ensinaria outro tipo de loucura: a de amar alucinadamente.

Um romance intenso, personagens apaixonantes e o tempo, provando que ele gira, mas nada lhe passa impune.”

 

Sob os acordes dos anjos é o mais novo lançamento da autora Chirlei Wandekoken, da Pedrazul Editora. Com um título marcante e uma capa lindíssima, tão logo o e-book foi anunciado nas redes sociais eu o peguei de empréstimo no Kindle Unlimited para dar uma olhadinha rápida. Pouco tempo depois, já tinha lido cinco capítulos. No dia seguinte, cheguei ao final. A história é tão intensa e viciante, que eu duvido que algum leitor — especialmente um aficionado por romances de época ou históricos — seja capaz de abandonar essa leitura.

O livro começa com revelações sobre um amargo passado, o qual o Marquês de Lands End resolve não levar para o túmulo: muitas mentiras e mortes entrelaçam as vidas de seu filho Joss Horsfield, do bastardo Ray, reconhecido pelo Marquês no leito de morte, e das primas Celestine e Estell, que tiveram suas infâncias roubadas quando um incêndio criminoso matou toda a sua família. Joss descobre que sua mãe biológica está viva, porém confinada em um hospício. Ela fora posta lá por vingança de Catherine, a falecida Marquesa, uma ambiciosa e cruel mulher que roubou um dos filhos de Josephine, Joss, e dera ordens de matar o outro, Ray. Ela decidiu se casar com o Marquês por prestígio, envolvendo-o em sua teia aproveitando-se das dificuldades financeiras que ele enfrentava.

Investigando o passado, Joss descobre que uma das primas, Celestine, viveu com Josephine no hospício, fingindo-se de louca para proteger a prima. Estell, que teve uma valiosa ajuda quando ocorreu o incêndio, acabou sendo adotada na França, voltando para Inglaterra muito tempo depois.

 

“— Meu Deus! Há quanto tempo eu não sinto o toque de uma flor em minhas mãos, o seu cheiro… Que coisa mais linda! Que perfume doce! Como é bom ser livre de novo!

Joss, surpreso, olhou para ela, pois a voz da pessoa que havia dito aquela frase era uma voz normal, sem a agudez gutural que ela sempre infligia, sem nem um quê de loucura, muito pelo contrário. Os olhos violeta de Celestine estavam marejados, e um sorriso — um lindo sorriso — surgia nos lábios rosados.

Joss ficou hipnotizado pelo brilho daquele instante.”

 

Neste romance vemos como o tempo é implacável: todos os personagens, direta ou indiretamente, herdaram os feitos de seus antepassados. As disputas, os crimes e os amores da geração anterior formam a rede de intrigas e segredos a ser desvendada pelos mais jovens. Assim o relógio caminha. Nas mãos de alguns está a possibilidade de justiça.

Sob o acorde dos anjos tem como foco (romântico) principal a relação entre Joss e Celestine, uma moça sem modos, com pouco equilíbrio mental, mas muito verdadeira em seus sentimentos. O título do romance faz referência a uma linda cena quando eles se conheceram. Entretanto, temos outros casais pelos quais suspirar, alguns deles terão suas histórias contadas em futuros lançamentos da autora. Em resumo, o que posso dizer sobre este livro é que o enredo é surpreendente, com toques pontuais de sensualidade e erotismo, um cenário belíssimo (a idílica Cornualha!) e personagens apaixonantes, cada um a seu modo. Leitura mais que recomendada!

 

 

 

Título: Sob os acordes dos anjos
Autora: Chirlei Wandekoken
Edirora: Pedrazul
Páginas: 191

Compre na Amazon (disponível também para assinantes Kindle Unlimited): Sob os acordes dos anjos.

 

O que vem por aí: Série Paixões

Paixão de Recomeço: “Rosamund Lydgate era uma jovem viúva e amante de um lorde na Cornualha. Sempre tinha sido apaixonada por ele, mesmo antes de se casar com um cavalheiro que tinha idade para ser seu avô. Mas Rosamund vê seu mundo ruir quando esse lorde a abandona por outra. Desconsolada, ela se deixa cuidar por Sam Brooke, um doce e belo cavalheiro que sempre tinha sido apaixonado por ela. Pode uma mulher aprender a amar? Pode um coração partido voltar a ter paz? É possível voltar a sorrir depois de uma desilusão? Neste inebriante romance sobre recomeço, os personagens descritos mostram que felicidade é um conceito e que a alegria está dentro de casa um, basta deixá-la fluir.”

 

Paixão de Reencontro: “Jannie Beechworth estava pronta para se casar com outro, quando lorde Saymon Stanbury a sequestra a caminho da igreja. Forçando sua amada a se casar com ele na Escócia, Saymon terá que provar que aquele reencontro é para valer. Mas quem foi ferida uma vez tem medo da entrega, e Jennie, a fermentada, como lorde Stanbury a chama, não facilitará as coisas. Determinado a reconquistá-la, Saymon jurou que a fará implorar por ele, e o lorde costuma cumprir suas promessas.”

 

Paixão Além dos Mares: “Roger Montgomery, de Arundel Castle, estende sua Grand Tour para a Grécia e chega a Rhodes, um lugarejo medieval, parado no tempo. Mas o que Montgomery não imaginava é que sua fascinação pela Grécia antiga ganharia um nome: Saphira. Em visita à residência do Grande Mestre, ele se apaixonou pela filha de um dos 14 Cavaleiros da Ordem de São João, uma tradição bizantina do século 7d.C., destinada a se casar com um dos novatos cavaleiros. Mas, completamente alucinado pela beleza exótica da moça, ele a rouba e a leva para a Inglaterra. Um romance tórrido sobre as águas do mediterrâneo.

 

 

SOBRE A AUTORA: Chirlei Wandekoken é jornalista e coordena a área editorial da Pedrazul Editora, da qual foi idealizadora, juntamente com seus sócios. É apaixonada pelos livros desde criança, e sua terapia é escrever. Como leitora, sua preferência literária, além dos clássicos ingleses, são os romances contemporâneos de época e os históricos. Como escritora, visita o passado, mas também escreve romances contextualizados nos tempos atuais.

São de sua autoria A Estrangeira, A Ama InglesaUm Cocheiro em Paris e Fronteira da Paz, que compõem a série independente O Quarteto do Norte, e escreveu também Sob os acordes dos anjos, Quando os céus conspiram e Comprada por um lorde.

A autora possui mais dois romances publicados, ambos contemporâneos, cujos enredos se passam no Brasil: Por Trás da Escuridão e O Vento de Piedade.

 

Tamires de Carvalho • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPressDesenvolvido por