fevereiro 16, 2016

[RESENHA] DIÁLOGOS IMPOSSÍVEIS

Capa Dialogos impossiveis.ai

 

– Não somos muito diferentes – diz Drácula.

– Somos completamente diferentes! – rebate Batman. – Eu sou o Bem, você é o Mal. Eu salvava as pessoas, você chupava o seu sangue e as transformava em vampiros como você. Somos opostos.

– E no entanto – volta Drácula com um sorriso, mostrando os caninos de fantasia – somos, os dois, homens-morcegos…

Batman come o resto do seu iogurte sob o olhar cobiçoso do conde.

– A diferença é que eu escolhi o morcego como modelo. Foi uma decisão artística, estética, autônoma.

– E estranha – diz Drácula. – Por que morcego? Eu tenho a desculpa de que não foi uma escolha, foi uma danação genética. Mas você? Por que o morcego e não, por exemplo, o cordeiro, símbolo do Bem? Talvez o que motivasse você fosse uma compulsão igual à minha, disfarçada. Durante todo o tempo em que combatia o Mal e fazia o Bem, seu desejo secreto era de chupar pescoços. Sua sede não era de justiça, era de sangue. Desconfie dos paladinos, eles também querem sangue.

(p. 11)

Imagine um marido que tem como consultor financeiro o ursinho de estimação da mulher. O diálogo entre Drácula e Batman, parcialmente visto acima, já velhinhos em um asilo. Uma conversa sobre os bolsos de um defunto. E, o melhor de todos, na minha opinião, o diálogo entre Abraão e Isaque, muitos anos depois de Deus mandar o pai imolar seu único filho. Seriam diálogos impossíveis, não fosse o talento inquestionável de Luiz Fernando Veríssimo para nos entreter com suas crônicas.

 

O livro Diálogos Impossíveis é uma reunião de crônicas de Luiz Fernando Veríssimo, publicadas nos jornais O Estado de São Paulo e Zero Hora, lançado em 2012 e vencedor do Prêmio Jabuti em 2013, na categoria Melhor Livro do Ano de Ficção. Escolhi este título para o Desafio Corujesco de fevereiro pois sabia que seria uma leitura rápida e agradável. Não é à toa que o autor é um dos cronistas mais respeitados do país, nós podemos passar horas e horas lendo as suas crônicas sem cansar ou querer fazer outra coisa. Gostei bastante deste livro e quero procurar outros títulos de Luiz Fernando Veríssimo para ler ocasionalmente.

 

Título: Diálogos Impossíveis
Autor: Luiz Fernando Veríssimo
Editora: Objetiva
Páginas: 176

 

Compre pela Amazon: Diálogos Impossíveis

 

 

Tamires de Carvalho • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPressDesenvolvido por