setembro 22, 2016

[RESENHA] LEITURAS DE JANE AUSTEN NO SÉCULO XXI

img_0194

É inegável a relevância de Jane Austen ainda nos tempos atuais. Seja pelo caráter clássico de sua obra, ou por suas maravilhosas histórias, a verdade é que continuaremos tendo por muito tempo adaptações e versões de seus romances, além de novas e encantadoras edições de seu cânone.

 

Entretanto, mesmo com toda a publicidade em torno da autora inglesa, muitas pessoas ainda têm uma visão restrita sobre seus romances. Muito disso, em parte, deve-se às inúmeras adaptações cinematográficas que focalizam as histórias de amor, em detrimento dos outros temas abordados em Razão e Sensibilidade, Orgulho e Preconceito, Mansfield Park, Emma, Persuasão e A Abadia de Northanger. Por outro lado, o leitor que procura o enredo dos filmes nas páginas de Austen, por vezes pode sentir-se desmotivado a continuar a leitura em razão dos temas que procuravam retratar a sociedade da época, muito presentes nas obras da autora.

 

Essas e outras questões são abordadas no livro de ensaios Leituras de Jane Austen no Século XXI, do escritor e professor Lajosy Silva. A partir dos romances de Jane Austen, ele nos mostra como os temas da escritora adaptam-se através do tempo, e a leitura pode ir muito além do fato de seus romances serem clássicos da literatura. Afinal, não é a toa existirem tantas versões e continuações de seus romances, além de um pouco daquela sociedade sobre a qual Austen escreveu com tanta ironia certamente ainda poder ser percebida nos dias atuais.

 

É certo que Jane Austen (1775-1817) dispensa comentários. Ela já possuiria uma fortuna crítica que buscou esmiuçar sua obra em vários aspectos. O propósito dessa coletânea de ensaios é relacionar o conjunto de sua obra com o leitor contemporâneo.” (p. 9)

Lajosy Silva faz uma análise profunda dos romances de Jane Austen e chama a atenção para questões que, mesmo para os leitores mais atentos e apaixonados, podem ter passado despercebido.

 

Integram a coletânea, os seguintes ensaios: “A política social e do afeto em Razão e Sensibilidade”; “Teatralidade e o idealismo burguês em Orgulho e Preconceito”; “A representação da velha Inglaterra e as rupturas socioculturais em Mansfield Park”; “Libertação e as marcas do tempo em Persuasão” e “A formação do leitor em A Abadia de Northanger”. Para os fãs da autora, é uma leitura indispensável!

 

img_0198

 

 

 

Sobre o autor: Lajosy Silva nasceu em Capinópolis, em 05 de julho de 1974. Fez Letras na Universidade Federal de Uberlândia e pós-graduação na UNESP e USP, onde desenvolveu pesquisas na área de literatura, teatro e cinema. Escreveu artigos sobre literatura e cinema disponíveis na internet. Publicou os romances O Sexo do Pêssego (2006), Lêda e o Cisne (2007), Confissão (2008), O Fim de Nós (2012) e Orgulho (2013), além da coletânea de contos Campos Tristes (2010). É professor de literatura e língua inglesa. (Orelha do livro)

 

Compre aqui.

 

Resenha em colaboração com o blog Escritoras Inglesas.



Comente pelo Facebook:

Ou comente por aqui:

Uma resposta para "[RESENHA] LEITURAS DE JANE AUSTEN NO SÉCULO XXI"

Tamires de Carvalho • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPressDesenvolvido por