Fevereiro 14, 2016

[ETC.] OLÍVIA NÃO QUER SER PRINCESA

olivia-nao-quer-ser-princesa

Pesquisando alguns livros infantis para a biblioteca da Olívia, qual não foi a minha surpresa ao ver este título em vários blogs e sites como boa literatura para meninas! Fiquei apaixonada pela sinopse e vi que este é apenas um dos títulos da série Olívia, que tem até canal no Youtube! Infelizmente este título, Olívia não quer ser princesa, está indisponível em todas as lojas e sebos online que pesquisei… mas não vou desistir até encontrar um exemplar para a minha Olívia! Veja a sinopse:

Ser princesa é a fantasia de todas as meninas. Todas? Não é bem assim. Que o diga a porquinha Olivia! Inquieta como sempre, e desta vez mais inconformada do que nunca, ela enfrenta uma crise de identidade infantil. Todas as suas amigas só querem saber de ser princesa, com vestido cor-de-rosa e varinha de condão. Olivia se pergunta: por que é que todo mundo tem de pensar do mesmo jeito, vestir as mesmas roupas, sonhar os mesmos sonhos? Ela queria ser diferente. Mas o que Olivia quer ser? Na nova aventura da série criada por Ian Falconer – Olivia não quer ser princesa, título recém-lançado pela Globinho –, a contestadora porquinha descobre que a vida é cheia de alternativas. E, usando toda sua criatividade e rebeldia, perturba os pais falando sobre as possibilidades de escolha que mais combinam com seu jeito todo próprio de ser. O que, afinal, Olivia gostaria de ser? O “papo cabeça” de Olivia com os pais em meio à rotina da família é entremeado de cenas fantasiadas pela garotinha – tudo capturado pelo traço minimalista do autor na forma de ilustrações divertidíssimas.

Fonte: Globo Livros

 

No blog Livro de Infância, tem outras sugestões de livros bem legais que questionam o padrão menininha delicada. Vale a pena para quem também está procurando bons títulos infantis, sobretudo para meninas.

 

Folha de São Paulo também falou sobre o livro de Ian Falconer, na época de seu lançamento, em 2014.

 

ATUALIZAÇÃO: Consegui comprar alguns títulos da Série Olivia, veja aqui.

 

Título: Olívia não quer ser princesa
Autor: Ian Falconer
Tradução: Silvana Salerno
Editora: Globinho
Páginas: 34

Fevereiro 11, 2016

[DIÁRIOS DE LEITURA] MINHAS LEITURAS DE GESTANTE

IMG_0014

O aplicativo Minha Gravidez Hoje, do Baby Center, mandou uma notificação para me lembrar de que estou na trigésima semana de gestação. Eu, obviamente, já sabia, mas não deixo de ficar apavorada. Trinta semanas de gestação já é contagem regressiva, certo? Levando em conta que uma gestação normal termina entre a trigésima oitava e a quadragésima semana, estou sim, a poucos passos do fim.

 

Gostaria de ter estudado mais e lido bem mais sobre esse maravilhoso (e assustador) mundo dos bebês, mas os três livros que eu comprei, fora as notificações semanais do Baby Center e pesquisas aleatórias na internet me deram uma boa base. Claro que, a esta altura, sinto que não sei nada e o pouco que aprendi com os livros já se embolou na minha cabeça! Ainda bem que existe a família para ajudar…

 

IMG_0009

O primeiro livro que eu comprei, Vamos Ter um Bebê, ainda não foi completamente lido. Ele é de autoria do famoso Dr. Oz e de Michael F. Roizen. É um livro grande e abrangente, que orienta sobre desde os cuidados antes de engravidar até posições de Yoga para praticar com o bebê. Tem de tudo lá, até como identificar os tipos de choro e como pegar no colo. Estou usando como livro de consulta, porque ele ensina o basicão mesmo.

 

Título: Vamos Ter um Bebê: O guia definitivo para acompanhar pais e mães da concepção ao nascimento.
Autores: Michael F. Roizen e Mehmet C. Oz
Tradução: Rosario Nunes
Ilustrações: Gary Hallgren
Editora: Lua de Papel
Págs.: 480
Avaliação: Ainda não li 100% do conteúdo, mas levando em consideração que sou mamãe de primeira viagem e muito curiosa, achei válido ter na estante. É sempre bom ter um material de qualidade acessível para consulta.

Compre pela Amazon: Vamos Ter Um Bebê

 

IMG_0011

Minha segunda aquisição foi A Ciência dos Bebês: da gravidez aos cinco anos, escrito por John Medina, que trata dos aspectos psicológicos da criança, da gestação aos cinco anos de idade. O autor introduz o conceito de epigenética e desmistifica certas crendices sobre produtos que prometem fazer o seu filho nascer alfabetizado em alemão, por exemplo! Tem uma linguagem muito simples e expõe casos reais, inclusive do próprio autor. A mensagem maior deste livro é que, com empatia, tudo se ajeita.

 

Título: A Ciência dos Bebês: da gravidez aos cinco anos. Como criar filhos inteligentes e felizes
Autor: John Medina
Tradução: Laura Alves e Aurélio Rebelo
Editora: Zahar
Págs.: 300
Avaliação: 5/5 estrelas.

Compre pela Amazon: A ciência dos bebês: Da gravidez aos 5 anos – como criar filhos inteligentes e felizes (Vida em família)

 

IMG_0005

O último foi um verdadeiro achado em uma promoção das Lojas Americanas. Nasceu, e agora? Um guia prático para cuidar de seu filho no primeiro ano de vida, da autora Stéphanie Sapin-Lignières, é uma ótima leitura, especialmente para os pais de primeira viagem. Sabe aquelas perguntas bobas que às vezes temos vergonha de perguntar aos mais experientes? Tem tudo aqui, o básico do básico, em poucas páginas, sem enrolação. Como amamentar, como dar banho, como estabelecer uma rotina que atenda a todos, especialmente o bebê… Tudo vindo de uma super especialista no assunto!

 

Título: Nasceu, e agora? Um guia prático para cuidar de seu filho no primeiro ano de vida.
Autora: Stéphanie Sapin-Lignières
Editora: Harper Collins
Págs.: 128
Avaliação: 5/5 estrelas e favorito. Simples e direto, recomendo esse livro a todos os papais que estão  ou querem ficar grávidos e também aos familiares que ajudarão com os cuidados do bebê.

Compre pela Amazon: Nasceu, e agora?: um guia prático para cuidar de seu filho no primeiro ano de vida

 

Estou ciente que, na prática, nem tudo serão flores e que eu vou ter que ir em busca de respostas que nenhum especialista, médico ou familiar podem me dar. Na maternidade, como em outras coisas da vida, a gente precisa escrever o próprio manual. Eu aceitei o desafio, agora é só ver no que vai dar.

Fevereiro 09, 2016

[RESENHA] DESAFIO #12MESESDEPOE FEVEREIRO: O DEMÔNIO DA PERVERSIDADE

foto-de-edgar-allan-poe-2

O conto deste mês no desafio 12 meses de Poe foi O demônio da perversidade. Ele inicia-se como um ensaio, narrando o fato de que a frenologia, tendo ignorado inicialmente um “princípio inato e primeiro do ser humano”, passou a reconhecê-lo posteriormente. Tal princípio seria a perversidade.

 

‘Sob sua influência agimos sem objetivo compreensível, ou se isto for entendido como uma contradição nos termos, podemos modificar a tal ponto a proposição que digamos que sob sua influência nós agimos pelo motivo que não devíamos agir.”

 

Mais ao final do ensaio o autor nos confessa que é “uma das incontáveis vítimas do demônio da perversidade”. Ele nos conta o seu ato perverso e as consequências provindas dele.

 

O demônio da perversidade foi publicado pela primeira vez em 1845. Pode haver um estranhamento inicial pelo tipo de narrativa escolhido pelo autor, mas depois tudo fica bastante claro e envolvente. Gostei um pouco mais deste conto, em relação ao Metzengerstein, selecionado para o mês de janeiro. Aqui, não temos apenas uma suposta presença do sobrenatural, mas sim a velha mania do ser humano de fugir de suas responsabilidades ao atribuir seus atos a outrem. Genial!

 

Tamires de Carvalho • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPressDesenvolvido por