outubro 03, 2018

[CATARSE] O Crime da Quinta Avenida, de Anna Katharine Green

 

Se você, assim como eu, é fã de literatura policial, não pode perder essa novidade: a Monomito Editorial e a escritora Cláudia Lemes estão preparando a primeira edição brasileira do bestseller da mãe da literatura policial! Vem aí O Crime da Quinta Avenida, de Anna Katharine Green:

 

CROWDFOUNDING VAI PUBLICAR NO BRASIL ESCRITORA QUE INVENTOU O ROMANCE POLICIAL MODERNO

Autora americana foi inspiração para os britânicos Agatha Christie e Artur Conan Doyle – o pai de Sherlock Holmes

 

Anna Katherine Green vai renascer num financiamento coletivo que promete balançar o mercado editorial. A escritora americana icônica dos romances policiais, famosa em sua época e esquecida pelo tempo, vai ter seu romance de estreia relançado no Brasil: The Leavenworth Case: A Lawyer’s Story. Escrito há 140 anos, O crime da quinta avenida, foi o primeiro livro de mistério que convidou o leitor a desvendar um assassinato junto com o detetive.

O financiamento coletivo será feito através do Catarse e está sendo organizado por uma parceria entre a jovem editora Monomito Editorial e a tradutora e autora Cláudia Lemes, uma das escritoras de romances policiais mais importantes da literatura brasileira da atualidade. A capa foi desenha pelo estúdio da ProjectNine que escondeu easter eggs para proporcionar desde o princípio a experiência de mistério e investigação ao leitor.

O estilo de escrita de Green foi tão marcante em seu primeiro romance que arrebatou fãs em diversos países. Naquela ocasião ela se tornou referência para escritores de todo o mundo, tendo entre seus fãs o britânico Arthur Conan Doyle, o pai de Sherlock Holmes, que viajou para conhecer a escritora americana. Outra fã foi ninguém mais ninguém menos que Agatha Christie.

Entre os elementos criados por Green – e que são usados à exaustão por livros, filmes e séries de televisão – destacam-se: um detetive experiente que suspeita de “todos e de ninguém”, um jovem apaixonado pela mulher cuja evidência aponta como culpada e tentando provar que não é ela a assassina, o uso de lógica e técnicas forenses para encontrar o culpado (pedaços de cartas, testemunhas desaparecidas) e técnicas de escritas de mistério que oferecem pistas – muitas falsas – para que o caso seja investigado também pelo leitor. Além disso, Ebenezer Gryc,e se tornou o primeiro detetive serial da literatura

Green escreveu “O Crime da quinta avenida”, escondida, durante seis anos, enquanto cuidada de seus três filhos.  A obra foi publicada quando ela tinha 32 anos.

 

Sinopse

O rico homem de negócios Horatio Leavenworth foi assassinado dentro de sua mansão com um tiro. Ele deixou uma grande fortuna e duas sobrinhas, e uma delas, Eleanore, se torna a principal suspeita ao ser revelado que ela não herdaria os bens do tio. A incumbência de descobrir o assassino e o motivo do crime recai sobre o investigador Ebenezer Gryce que usa inteligência e capacidade de dedução, acima da média, para juntar pistas e revelar segredos. Em paralelo, o jovem advogado Everett Raymond decide conduzir sua própria investigação com o intuito de provar a inocência de Eleanore, a mulher por quem se apaixonou.

Saiba mais sobre a vida de Anna, a obra, este projeto e a equipe por trás dele clicando aqui. Você já pode apoiar o projeto clicando aqui. 



Comente pelo Facebook:

Ou comente por aqui:

Tamires de Carvalho • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPressDesenvolvido por